Documento eletrônico diverso independente (Electronic Miscellaneous Document-Standalone, EMD-S)    Atualizado 23 Setembro 2016


O que é um Documento eletrônico diverso (Electronic Miscellaneous Document, EMD)

O Documento eletrônico diverso (EMD) é o documento padrão do setor para a realização de serviços opcionais.  Ele também é o documento substituto para todos os documentos diversos existentes, como MCO, MPD, ordem de excursão, etc., para agências de viagens que participam do Plano de faturamento e liquidação (Billing and Settlement Plan, BSP) da IATA.

Existem dois tipos de EMDs, o Documento eletrônico diverso independente (Electronic Miscellaneous Document-Standalone, EMD-S) e o Documento eletrônico diverso associado (Electronic Miscellaneous Document-Associated, EMD-A).

O EMD-A é a designação padrão do setor para um EMD que é automaticamente associado a um cupom de voo específico em um bilhete eletrônico.

O EMD-S é a designação padrão do setor para um EMD emitido como um serviço/taxa independente e não automaticamente associado a um cupom de voo específico em um bilhete eletrônico.

VOLTAR AO TOPO


Histórico

A implementação do EMD faz parte dos chamados serviços eletrônicos do programa de Simplificação dos negócios da IATA, endossado pelo Conselho da IATA.

Desde 2009, o Conselho da IATA endossou a substituição dos então atuais padrões de Pedidos virtuais de cobranças diversas (Virtual Miscellaneous Charge Orders, vMCO) e dos Documentos virtuais multipropósitos diversos (Virtual Miscellaneous Multi-purpose Documents, vMPD) no IATA BSP (para vendas de agentes GDS) no fim de 2013 por 100% EMD. Isso significa que a partir de 2014, não será possível processar mais vMCOs e vMPDs no IATA BSP. No início de novembro de 2013, a IATA confirmou a aposentadoria dos documentos vMCO em janeiro de 2014 e anunciou a prorrogação na aposentadoria dos documentos vMPD até novembro de 2014. Os documentos vMCO foram removidos do IATA BSP em janeiro de 2014, e os documentos vMPD foram removidos do IATA BSP em 30 de junho de 2014.

VOLTAR AO TOPO


Produtos EMD-S da Delta e plano de ativação para agências BSP

As agências de viagens podem começar a usar o Documento eletrônico geral independente (EMD-S) da Delta para os seguintes serviços e taxas da Delta:

  • Taxa de alteração
  • Taxa de cancelamento
  • Depósito de grupo
  • Certificado de saldo reembolsável de valor residual

Caso um GDS não preencha automaticamente a máscara GDS com os seguintes códigos de transação, use os seguintes códigos de transação:

Taxa de alteração

Taxa de cancelamento

Depósito de grupo

Valor residual
Saldo reembolsável

Código 992

Código 995

Código 997

Código 996


Implementação de EMD-S  
  • O IATA BSPLink não oferecerá mais a possibilidade de emitir documentos vMPD. Agora o Documento eletrônico diverso independente (EMD-S) é exigido para todas as localizações.

  • Se a Delta oferecer o produto EMD-S na região BSP de uma agência e através de seu GDS, as agências devem usar seus próprios sistemas para emitir documentos para:
    • Taxas de alteração,
    • Taxas de cancelamento
    • Depósitos de grupo
    • Saldo reembolsável de valor residual (veja o quadro abaixo sobre os GDSs que são ativados para emitir esses documentos)
      • Não há necessidade de entrar em contato com a Delta para esses tipos de transações
  • Caso o produto EMD-S não esteja disponível na sua região BSP, para um GDS e/ou para uma transação específica, os agentes de viagens devem entrar em contato com a Delta para processar a transação EMD.
  • Os agentes de viagens devem entrar em contato com a Delta para todas as transações de valor residual não reembolsável1, independentemente de o documento EMD-S estar ou não disponível em sua região ou GDS.

  • A FareLogix e a TravelSky devem entrar em contato com a Delta para emitir todos os tipos de transações EMD, até segunda ordem.

  • os locais ARC não terão acesso às transações Delta EMD neste momento.

1Tarifa não reembolsável de valor residual=para condições como downgrades, limites na regra das tarifas e acordos contratuais que permitam o valor residual de uma tarifa não reembolsável.

VOLTAR AO TOPO


EMD-S para saldo reembolsável de valor residual

A Delta começará a aceitar transações EMD-S para saldo reembolsável de valor residual de agências de viagem BSP uma vez que o GDS instalado da agência seja ativado.  As datas planejadas ou datas de ativação para os GDSs participantes são mostradas na tabela abaixo.

Uma vez que a transação do EMD-S seja ativada, caso uma reemissão resulte em saldo reembolsável, o GDS processará automaticamente um documento EMD-S para saldo reembolsável de valor residual durante o processo de reemissão.  Atenção: Caso um GDS não preencha automaticamente a máscara GDS, o código da transação de um EMD-S para saldo reembolsável de valor residual é 996.

Datas planejadas para ativação dos GDSs participantes

GDS

Data de Ativação


Apollo
Galileo
Worldspan


10 de maio de 2016


Axess


30 de março de 2016


Sabre
 Abacus
Infini


Dezembro de 2016


Amadeus


30 de novembro de 2016

*As datas de implementação podem sofrer alterações.

Atenção: Antes da ativação, entre em contato com a Delta para obter ajuda para emitir um documento EMD-S de saldo reembolsável de valor residual (veja as informações de contato da Delta abaixo). Uma vez que o GDS instalado na agência tenha sido ativado para processar as transações de EMD-S para saldo reembolsável, os agentes de viagem podem entrar em contato com o serviço de apoio do GDS ou serviço de apoio BSPLink caso precisem de ajuda com uma transação.

VOLTAR AO TOPO


Informações de contato da Delta

Entre em contato com a  central de reservas Delta pelo telefone +1 (404) 715-2926 sobre o processamento de transações EMD-S caso:

  • Seu GDS não tenha implementado o EMD-S; e
  • Para todas as transações de saldo não reembolsável de valor residual

Os agentes de viagens que normalmente entram em contato com o apoio de vendas Delta ou com um escritório de apoio local da Delta devem continuar a fazê-lo.

Forneça as seguintes informações quando entrar em contato com a Delta:
  • Nome do cliente, conforme mostrado no bilhete (ou nome do grupo para depósito de grupo)
  • Tipo de transação:

    • Taxa de alteração

    • Taxa de cancelamento

    • Depósito de grupo

    • Valor residual – tarifa reembolsável

    • Valor residual –  tarifa não reembolsável
  • Número IATA da agência
  • Valor total a ser coletado (informar moeda caso não seja USD)
  • Número e data de validade do cartão de crédito
  • Número do bilhete “Emitido em relação com”
  • Endereço de e-mail para o qual o recibo/confirmação deve ser enviado
  • Nome do grupo para depósitos de grupo

Para qualquer outra dúvida, entre em contato com o suporte de vendas da Delta ou com a central de reservas Delta.

VOLTAR AO TOPO


Resumo da implementação do EMD-S

  • Caso a Delta ofereça o produto EMD-S na sua região BSP e o seu GDS tenha acesso implementado ao documento, as agências deverão usar os próprios sistemas para emitir documentos para taxas de alteração, taxas de cancelamento, transações de depósitos de grupos e de saldo reembolsável de valor residual.  Não há necessidade de entrar em contato com a Delta para esses tipos de transações.
  • Se o produto EMD-S não estiver disponível em sua região BSP, para seu GDS e/ou para uma transação específica, os agentes de viagens precisarão entrar em contato com a Delta para processar a transação EMD.
  • Os agentes de viagens devementrar em contato com a Delta para todas as transações não reembolsáveis de valor residual, mesmo que o documento EMD-S esteja disponível em sua região e/ou disponível para emissão por meio do GDS.

VOLTAR AO TOPO


Perguntas

Para questões relacionadas à emissão de um EMD-S, as agências de viagens podem entrar em contato com o suporte técnico GDS ou o suporte técnico BSPLink para obter assistência.

Para outras perguntas, entre em contato com o suporte de vendas da Delta ou com a central de reservas Delta.

VOLTAR AO TOPO



O que significa EMD-S?

“Documento eletrônico diverso independente”, do inglês Electronic Miscellaneous Document-Standalone.  Essa é a designação padrão do mercado para um EMD, emitido como um serviço/taxa autônomo, e não automaticamente associado a um cupom de voo específico em um bilhete eletrônico.      


Quando eu emitir um EMD-S Delta do meu GDS para uma taxa de alteração ou cancelamento, o sistema de auditoria da Delta saberá para qual bilhete a taxa foi coletada?               

Sim, as agências devem preencher o campo “Emitido em conexão com” na tela
do EMD.  Isso garantirá que todos os sistemas de contabilidade/auditoria possam cruzar os dados das transações.


Quando posso começar a usar novos produtos EMD-S da Delta usando o GDS?              

Todos os produtos (exceto os de valor residual) estarão disponíveis assim que seu anfitrião GDS for ativado.


As agências precisam ligar para a Delta para obter assistência em qualquer/todas essas transações?

Não.  Se a Delta oferece o produto EMD-S em sua região BSP para:  taxas de alteração, taxas de cancelamento, depósitos de grupo e saldo reembolsável de valor residual, as agências podem usar seus próprios sistemas.  Não há necessidade de entrar em contato com a Delta para esses tipos de transações.


A agência e/ou cliente receberá um recibo de pagamento por todas as taxas/serviços emitidos pela Delta?

Sim, a agência pode fornecer um endereço de e-mail, para a agência e/ou para o cliente, e a Delta enviará a confirmação do pagamento através de um recibo por e-mail.


Quais informações a agência precisa fornecer à Delta para dar suporte às transações emitidas pela Delta?
  • Nome do cliente, conforme mostrado no bilhete (ou nome do grupo para depósito de grupo)

  • Tipo de transação:

    • Taxa de alteração

    • Taxa de cancelamento

    • Depósito de grupo

    • Valor residual – tarifa reembolsável

    • Valor residual –  tarifa não reembolsável
       
  • Número IATA da agência

  • Valor total a ser coletado (informar moeda caso não seja USD)

  • Número e data de validade do cartão de crédito

  • Número do bilhete “Emitido em relação com”
  • Endereço de e-mail para o qual o recibo/confirmação deve ser enviado

  • Nome do grupo para depósitos de grupo
 
Durante sua visita ao Delta Professional, recomendamos usar um dos seguintes navegadores compatíveis. Usar um navegador mais antigo ou não compatível pode resultar em uma experiência menos agradável para o usuário.